sábado, 9 de agosto de 2014

LIVRO - "Aná das Curimãs" de Robério Santos



Infonet - Cultura - Noticias - 06/08/2014.

Aná das Curimãs será lançado por escritor estanciano
O livro traz uma mistura da ficção com a realidade

Será lançado em setembro, mais uma obra do escritor sergipano Rogério Santos. Em 2012, ele lançou o primeiro livro intitulado Betume [trama rural sobre o Baixo São Francisco] e agora traz Aná das Curimãs, uma trama urbana, ambientada na cidade de Estância, durante o século passado.

De acordo com o autor, a trama relata a estória de uma costureira que residia no Povoado Curimãs e se mudou para a cidade de Estância. “Em um momento do livro ela enlouquece e aí a estória se desenvolve”, adianta.

Rogério Santos informou ainda que a obra fala sobre a passagem do escritor baiano Jorge Amado por Estância.

“E faz um mix de realidade e fixação já que a participação de Jorge Amado por Estância foi verídica e foi na época em que ele escreveu o livro Capitães de Areia”, afirma acrescentando que o Aná das Curimãs é uma obra muito eclética no sentido da gama de assuntos que traz, entre eles, o positivismo com destaque para os sergipanos Silvio Romero e Tobias Barreto.

O livro do bancário, professor, bacharel em Direito e escritor Rogério Santos, ainda não tem data para o lançamento, pois editora estará entregando nos próximos dias.

“Só está definido o mês que é setembro, o local ainda estamos vendo se fazemos o lançamento em uma livraria de Aracaju ou de Estância”, completa lembrando que o Aná das Curimãs conduz o leitor para uma viagem, ora dramática, ora terna, ora lírica, ora crua.

“Vemos e nos envolvemos com a vida de mulheres comuns e extraordinárias. Incoerentes, decididas, fortes e frágeis. E que, de tão profundas suas raízes, suas histórias e desventuras se confundem com as das terras sobre as quais pelejam, sofrem, enlouquecem e amam”, enfatiza no livro.

Por Aldaci de Souza.
Fotos: Divulgação.

Texto e imagens reproduzidos do site: infonet.com.br/cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário